Artigos e entrevistas

Alguns artigos possuem imagens/vídeos que podem impressionar o visitante.

Recomenda-se cautela!

Introducão

O ligamento cruzado anterior (LCA) é um dos ligamento mais frequentemente lesados do corpo humano. Estima-se a incidência de 0,24 a 0,34 lesões de LCA por mil habitantes por ano.1 Atualmente, devido ao aumento da prática de atividades esportivas, houve uma elevacão na incidência das lesões desse ligamento, principalmente entre os pacientes jovens.2,3 Embora a reconstrucão do LCA seja uma das cirurgias mais feitas no mundo, estima-se que sejam feitas entre 75.000 e 100.000 procedimentos anuais nos Estados Unidos,4 ainda existem discussões em relacão às técnicas de reconstruc¸ão. Com o desenvolvimento das técnicas artroscópicas, o foco inicial da cirurgia isométrica ou transtibial na maioria das vezes não conseguiu reestabelecer a anatomia do LCA original, o que provoca falhas em atingir a estabilidade rotacional do joelho. Atualmente, há um crescente interesse na técnica de reconstrucão anatômica do LCA, que, por se aproximar da anatomia original, talvez promova melhores resultados clínicos.5 Na cirurgia de reconstrucão do LCA, os túneis femorais e tibiais confeccionados determinam o eixo de funcionamento do enxerto. O correto posicionamento desses túneis é determinante para o sucesso do procedimento. Vários autores acreditam que o posicionamento inadequados desses túneis é a principal causa de falha na cirurgia de reconstruc¸ão do LCA.6,7 Alguns erros, como os túneis femorais distantes do sítio nativo do LCA, resultam em uma tensão excessiva no enxerto e podem levar a falha.7,8 Além disso, a orientacão vertical do enxerto não consegue reproduzir a obliquidade natural do LCA, o que pode limitar a restauracão da cinemática normal do joelho e o controle da estabilidade rotacional.6,9 Além do posicionamento, o comprimento do túnel é outro fator importante para o sucesso da reconstrucão ligamentar. É consenso na literatura que o contato adequado do tendão com a superfície óssea do túnel é fundamental para a integracão osso-tendão. Entretanto, não há consenso sobre o comprimento ideal do túnel para a fixac¸ão biológica adequada.10,11 O objetivo deste trabalho é avaliar a inclinacão e o comprimento dos túneis femorais em pacientes submetidos a reconstrucão do ligamento cruzado anterior (LCA) pelas técnicas transtibial e anatômica.

Paciente vítima de queda ao descer escadas em junho de 2009. Evoluiu com dor e limitação funcional na fase aguda e atrofia muscular da coxa progressiva. Foi tratado com sessões de fisioterapia em outro serviço, sem melhora do quadro. Procurou o ambulatório do HSPE em janeiro de 2010.

Resumo
Os autores Apresentam a técnica de reconstrução do Ligamento Patelofemoral Medial com o uso do tendão do músculo grácil e liberação do retináculo lateral.
Descritores: Instabilidade articular, Luxação Patelar, Reconstrução

Agende sua consulta online

Marque agora sua consulta através do nosso agendamento online.

Agende agora

Serviços ao paciente

Veja aqui a relação de serviços próximos a nossos endereços:

Unidade Perdizes

Rua Cardoso de Almeida, 634 Cj 32
Perdizes - São Paulo, SP
CEP: 05013-000

Telefone: (11) 3672-3114

WhatsApp: (11) 98834-1309

Unidade Berrini

Rua Hilário Furlan, 107
Brooklin - São Paulo, SP
CEP: 04571-180

Telefone: (11) 2117-0100

WhatsApp: (11) 94143-0032

Redes sociais

Olá!

Gostaria de receber uma ligação gratuita?

Ligar